Todo mundo precisa de terapia… do amor

POSTADO POR: admin sex, 15 de março de 2013

Caros malditos, não existe nada mais feliz para um homem cinza do que um dia
cinzento. – Ah, respire fundo, e ignore por um segundo os barrancos esquecidos
deslizando na cidade.
Raios, trovoada, frio. Nas chuvaradas da minha infância as pessoas se
escondiam e eu me lembro de querer abraçar os raios, me pendurar nas nuvens de
chuva, sentir o gosto e a eletricidade do temporal. Deve ser por isso que hoje
eu acordei bem disposto, em mais um glorioso dia de chuva no meu Rio de Janeiro.

E quando você acorda bem, com as costas leves, com o cérebro doce, tudo
parece mais fácil e mais óbvio. As cortinas se abrem. Você sente que a vida é
repleta de ondas, ondas de energia que pairam sobre nossas cabeças e podem
ferrar de vez com a gente, assim como podem nos salvar do abismo. Mas não se
iludam com o dia do amor, pois o dia da tormenta está logo ali, esperando para
te devorar com ódio, e você jamais saberá qual dia terá pela frente antes de
abrir os olhos. 
As energias pairam no ar, e acho que John Lennon sentia a mesma
coisa… Tanto que ele profetizou ‘você só precisa de amor’. Seria a
melhor maneira de equilibrar a energia do mundo, emanando ondas de amor
incondicional pelos quatro cantos do planeta. Já fizemos guerras mundiais, holocaustos, revoluções, mas nunca terapias mundiais de amor incondicional. Concentração total para emanar
energia positiva. Já pensou? Até o meu amigo Maldito entraria nessa!

– Qual a sua religião?
– Católico, e você?
– Muçulmano.
– Quer tomar um chá?
– Sim, obrigado.
– E vamos fazer a tal terapia do amor
incondicional?
– Evidente, irmão!
E após o chá, ambos gastam 5 minutos de suas 24 horas realizando a
terapia do amor planetário, emanando bons pensamentos para a humanidade. Seria
um hábito universal, independente de qualquer religião, credo ou cultura.
Independente de qualquer nível social. O momento da terapia seria sagrado, e a
energia do planeta ficaria tão legal que as boas ações apareceriam numa avalanche
de solidariedade.
Já pensou? Então pense hoje (se quiser)… Amanhã pode ser um daqueles dias terríveis em
que a mente deprimida grita absurdos para o vácuo, e o vácuo responde com seu infinito
silêncio.

COMENTÁRIOS




OBS. O campo de e-mail é de preenchimento obrigatórios, mas uma vez preenchidos não será mostrado na mensagem. Já o campo de nome é obrigatório, mas pode ser preenchido com um pseudônimo.

Nenhum Comentário ainda. DEIXE O SEU!