Marcha da Maconha é liberada,… apertada e queimada pela policia

POSTADO POR: admin seg, 07 de maio de 2012

Caro amigo, o MalDito. Sei que você não gosta de abordar certos assuntos no seu blog, e por conta disso, lhe envio esse texto na forma de carta aberta, apenas para fins de desabafo. Posta-la ou não no DpM é uma decisão sua, embora eu duvide muito que você o faça.
Durante os quase 10 longos anos em que passei no meu ‘exílio estrangeiro’ acompanhei, ainda
que a distância, o surgimento e o caminhar da Marcha da Maconha. Em minha atordoada opinião um movimento democrático
tão válido quanto a Passeata do Orgulho
Gay

Exilado das terras Tupiniquins por motivos ‘maiores’, eu ficava
frustrado em não poder ser ativo a manifestação e me limitava em apenas ler e assistir
as notícias sobre as marchas que passaram. Infelizmente a mídia sempre
se preocupou em focar suas câmeras apenas nos conflitos policiais que o evento
gerava, nunca em mostrar o debate colocado em questão. Afinal, mesmo sem ninguém
saber muito bem do ‘Por que’ da coisa, a marcha ainda era uma movimento social
proibido por lei.
Coincidentemente, justo neste ano de meu Deus em que volto ao Brasil
para perecer ao fim do mundo em minha terra natal, as coisas evoluíram um
mínimo possível, e assim como um dia ocorreu com o ‘Voto Feminino’ a Marcha da
Maconha foi ‘virtualmente’ liberada pelo Supremo Tribunal Federal. Imagina a
minha satisfação, eu finalmente poderia participar e dar o meu apoio ao debate
mais pautado do século, e ainda por cima fazendo tudo dentro da ‘nova’
legalidade. Sem a necessidade de passar o aperto policial sofrido pelos
participantes das marchas passadas. Eu era só alegria. Depois de protestar
contra a ditadura militar, de pintar a cara pelo impeachment do Collor e de
lutar pela preservação da Amazônia , eu me sentia novamente fazendo parte da
história do meu país.
Mas as coisas não ocorreram conforme o planejado…

A marcha em questão foi a do Rio de Janeiro que ocorreu no último
sábado e teve o Arpoador como seu ponto de partida. Os primeiros
passos das quase três mil pessoas presentes foram alegres como tinham que ser,
muita música no carro do som e gritos de chamados para uma ‘discussão’ que o
estado vem evitando há quase um século.
Faltando apenas 150 metros para o fim da passeata, o governo resolveu
promover um ‘flashback’ de dias piores e armou um clima de terror com o envio
da Tropa de Choque da PM carioca. O resultado já conhecemos bem, pânico,
correria, gente ferida e uma overdose da pior droga de todas, a ignorância.
Sei que você não vai perguntar pela minha saúde, mas aviso que estou
bem. Escapei ileso. Ainda corro o suficiente para um velho com mais de meio
século de vida. Mas para você ver que não é exagero da minha parte, separei
alguns vídeos que retratam o caos regido pela polícia.
Desculpa pela má qualidade das imagens, mas estes vídeos amadores gravados
pelos próprios manifestantes foram os únicos que encontrei da Marcha. O que me
levou a outro fato relevante sobre o caso. Acompanhe o meu raciocínio:
Enquanto eu procurava as já esperadas noticias sobre a confusão para tentar
me localizar entre as imagens gravadas, percebi, e lembrei que todas as câmeras
presentes no evento eram manipuladas por populares (confira nos vídeos), assim
como a maioria dos artigos sobre o ocorrido foram escritos pelos blogs considerados ‘amadores’, o que demonstra
um total desinteresse da mídia em noticiar a Marcha da Maconha após a sua
legalização. Desta vez, nem mesmo a ação enérgica da polícia despertou a atenção
dos grandes veículos de comunicação. Pra mim, isso só serve pra confirmar o
velho mito de que ‘O que é proibido é bem mais gostoso’.

COMENTÁRIOS




OBS. O campo de e-mail é de preenchimento obrigatórios, mas uma vez preenchidos não será mostrado na mensagem. Já o campo de nome é obrigatório, mas pode ser preenchido com um pseudônimo.

2 Pessoas já Comentaram

  1. Anônimo disse:

    Cara…n entendi mt bem onde vc quer chegar……o conteudo do seu post revela a realidade do brasil quando se trata de expressar sua liberdade. Ela simplesmente e negada e o governo crrobora com a situaçao. todos sabemos q nao podemos obrigar ngm a parar de se drogar, beber, fazer sexo , etc… temos q usar o dinheiro desperdiçado nessa guerra e usalo de forma mais inteligente como por exemplo nos setores de educaçao e saude que carecem de atençao no nosso pais.

  2. vão fazer a marcha contra a corrupção