Heróis e Vilões, das HQs para as páginas policiais

POSTADO POR: admin seg, 23 de julho de 2012

Caro MalDito
Você acompanhou as notícias deste final de semana? E caso o tenha
feito, assim como eu, conseguiu detectar uma ligeira ‘falha na Matrix’? De
qualquer forma, se os últimos ocorridos lhe passaram despercebido, tomo a
liberdade de relembra-los.
O primeiro caso se refere a uma tragédia ocorrida durante a estreia donovo filme do Batman na última sexta-feira (20). Com certeza você deve ter ouvido,
ou lido, algo sobre o caso. Um atirador entrou muito bem armado em um cinema de
Denver e fuzilou todos os presentes, contabilizando pelo menos uma dúzia de
mortos e mais algumas dezenas de feridos. 
Agora a parte esquisita, o lunático estava literalmente vestido a
caráter para a ocasião, cabelo pintado de vermelho, máscara de gás, colete a
prova de bala, bombas de efeito moral, ou seja, uma perfeita caracterização de
um vilão dos quadrinhos. O suspeito foi preso com um sorriso no rosto e sem
apresentar resistência em um estacionamento logo atrás do cinema. Como qualquer
perturbado mental que se preze.

Antes mesmo que eu pudesse absorver os fatos do ocorrido, logo após
esta notícia, o telejornal engatou uma outra reportagem que fez minha cabeça
chacoalhar de vez.
Neste segundo caso, com um destaque menor, a mídia noticiou um roubo a
carro ocorrido na zona sul de São Paulo onde a ação dos bandidos foi frustrada por um misterioso motoqueiro que em uma reação rápida sacou uma arma e executou
dois dos três bandidos (o terceiro fugiu, mas foi preso pela polícia logo em
seguida), salvando as vitimas, uma mãe e seu filho de poucos meses de vida, e
sumindo logo em seguida. A parte curiosa da história não é a jaqueta preta e
nem o capacete vermelho usados pelo ‘justiceiro’, mas a atitude do mesmo em
recolher todas as capsulas usadas em seu ‘ato de heroísmo’, não deixando pistas
para a polícia seguir. Diz aí,… trabalho de profissional.
Embora sejam atos isolados, acho que vale a pena lembrar que ambos os
casos ocorreram com poucas horas de diferença entre eles.
E agora? Captou a minha mensagem? Podemos afirmar que essas são cenas
dignas do início da saga de personagens de quadrinhos?
Parece que as fantásticas histórias das HQs já não estão assim tão
distantes da nossa realidade, pularam para as páginas policiais. E não ficarei
surpreso se logo alcançar destaque como notícia de capa de grandes jornais,
como já vimos ocorrer no Clarim Diário, no Planeta Diário e na Gazeta de
Gotham.

COMENTÁRIOS




OBS. O campo de e-mail é de preenchimento obrigatórios, mas uma vez preenchidos não será mostrado na mensagem. Já o campo de nome é obrigatório, mas pode ser preenchido com um pseudônimo.

3 Pessoas já Comentaram

  1. Franz Lima disse:

    Atos como esses são algo já não tão incomum. A vigilância de mascarados e os atos contra criminosos estão ganhando notoriedade nos noticiários do mundo inteiro.
    Inspirados ou não nos heróis das HQ ou dos filmes (como o próprio Kick-Ass) e, infelizmente, em vilões, resta aguardar um provável futuro muito próximo ao que lemos em quadrinhos ou assistimos no cinema. Mas é bom relembrar que não há fator de cura ou armaduras impenetráveis na realidade em que vivemos…

  2. Anônimo disse:

    Enquanto isso…inacreditavelmente…o brasil nos envergonha nas olimpíadas…

    É vergonhoso o brasil não ser ouro no tiro…

    pratica-se todos os dias aqui no Rio…com uma habilidade e destreza…

    e não trazem uma medalha…

    nota-se que os americanos não tem o mesmo sucesso…vide este animal insano que entrou num cinema e matou 12 inocentes que apenas estavam assistindo seu herói preferido…

    se fosse aqui no rio…não tinha sobrado ninguem…FELIZMENTE só tem maluco nos EUA…

    e ainda assim eles são campeões no tiro… ¬¬