A Maldição do Cinema – Bedevilled

POSTADO POR: admin qua, 12 de março de 2014

Bedevilled (Kim Bok-nam salinsageonui jeonmal)

Diretor: Chul-soo Jang
Roteiro: Kwang-young Choi
Ano: 2010
País: Coréia do Sul
Atores: Yeong-hie Seo, Seong-won Ji, Min-ho Hwang
Bedevilled nos apresenta a insensível e egoísta Kim que, no ápice do stress, age de forma impensada e por isso é obrigada a tirar férias. Sem amigos ou um lugar que deseje conhecer, segue rumo à sua única opção, a ilha onde viveu seu avô.
Já na ilha, reencontra a mesma vida que deixou para trás, quando em sua última vez, o que significa rever Hae-won, sua amiga de infância com quem nunca mais falou. Sempre carinhosa, Hae-won não esconde a felicidade ao rever a amiga, atravessando qualquer barreira levantada por Kim. Sua chegada na ilha reflete em Hae-won como uma possibilidade de mudanças, do fim da vida miserável por ser o bode expiatório dos moradores restantes, além de, diariamente humilhada por seu marido, que a trata como uma escrava. Ela prossegue calada, se agarrando à esperança de que sua filha tenha uma vida mais digna que a dela, por isso, suporta tudo sem pestanejar. Sua submissão é entendida por não ter possibilidades. A quem recorrer? Para onde ir? O que fazer sem colocar sua filha em risco? Ao mesmo tempo que tal situação permita a ela, por mais contraditório que possa soar, um momento de paz e, consequentemente, nutrir a esperança de que tudo aquilo encontra-se, agora, próximo do fim.
E assim as protagonistas, um tanto quanto antagônicas, seguem um solitário caminho.
É muito interessante e comovente assistir os excessos de cada uma. Especialmente de Hae-won, que responde ao pior dos atos com uma resposta positiva. A ligação entre as duas. Os detalhes que as aproximam e o quanto uma é importante, ou não, para a outra. E nesses extremos a obra nos choca. Pela violência psicológica e crua que cresce por todo o filme, deixando de lado qualquer possibilidade óbvia. O egoísmo e crueldade escorrem pela tela com maior fluidez do que sangue. O que não deixa de ser um reflexo de como levamos nossas vidas, como seguimos em frente num ritmo cada vez mais egoísta e frio, sem se preocupar de que forma isso pode afetar o outro. Deixando claro que nas devidas proporções condizentes à realidade de cada indivíduo.
Os poucos homens existentes na obra são suficientes para mostrar o que há de pior neles.
Onde isso termina? Numa construção coerente, num fluxo que nos prende, numa intensidade vai num crescendo até que, da metade para o fim, respostas começam a surgir, sem que o filme suavize.
Um trabalho que, especialmente as mulheres, devem assistir. Se você achou A Vingança de Jennifer absurdamente violento (e realmente é), saiba que este acaba de ter um companheiro à altura.
Poderia falar sobre certos detalhes extremamente importantes, mas não acho que valha a pena. Certos trabalhos precisam ser vividos.
Bedevilled é um daqueles filmes que são intensos do início ao fim, nos fazem questionar sobre as relações e de como nossas ações podem afetar quem está ao nosso lado ou, de alguma forma, ligado a você. Um filme intenso, cruel, triste, violento e muito sério.
Em filmes como este, o sangue derramado não passa de um figurante. As questões são outras. E igualmente mortais.
Prêmios:
Grand Bell Awards, South Korea – 2010 – Melhor novo diretor – Chul-soo Jang
Fantasporto – Melhor Atriz – Yeong-hie Seo.
Gérardmer Film Festival – 2011 – 2011 – Melhor Filme
Puchon Intenational Fantastic Film Festival – 2010 –
Melhor atriz – Yeong-hie Seo
Melhor filme do festival –
E qual o pensamento que tirei sobre?
Gostaria de ser mulher pelo tempo de duração do filme, para assistir sob a ótica delas.
Você o confere na íntegra e legendado em português, aqui:  
)

COMENTÁRIOS




OBS. O campo de e-mail é de preenchimento obrigatórios, mas uma vez preenchidos não será mostrado na mensagem. Já o campo de nome é obrigatório, mas pode ser preenchido com um pseudônimo.

4 Pessoas já Comentaram

  1. You need to be a part of a contest for one of the most
    useful sites on the internet. I will highly recommend this
    blog!

  2. Wow, that’s what I was searching for, what a data!
    existing here at this weblog, thanks admin of this web page.

  3. Tremendous things here. I’m very happy to see your article.
    Thank you so much and I am taking a look forward to contact you.
    Will you kindly drop me a e-mail?

  4. Have you ever thought about adding a little bit more than just your articles?
    I mean, what you say is fundamental and all. But think of if you added some great
    images or video clips to give your posts more, “pop”! Your content is excellent but with pics and videos, this website could undeniably be one of the most beneficial
    in its field. Fantastic blog!