A Maldição do Cinema – Alucarda

POSTADO POR: admin qua, 18 de setembro de 2013

Alucarda (Alucarda, la
hija de las tinieblas) 
Diretor:
Juan López Moctezuma
Roteiro:
Alexis Arroyo, Juan López Moctezuma
Ano:
1977
País:
México
Atores:
Claudio Brook, David Silva, Tina Romero 

Uma
jovem dá a luz a uma menina e, desesperada, pede à estranha moça que fez seu
parto que leve o bebê embora, na certeza de que a entregue ao
convento.    .
Os
anos passam e Alucarda, agora jovem, vive uma vida simples e tranquila em meio
às freiras e todas as regras do local, até a chegada de Justine, que passaria
um tempo no local pois acabava de perder os pais. Assim que se encontram,
Alucarda cria uma fixação pela jovem que, mesmo recosa com as atitudes da até
então desconhecida, deixa-se levar cegamente pela nova amizade. Juntas,
percorrem um sinistro trajeto que as leva a um caminho regido por demônios,
transformando o convento num palco para confrontos e questionamentos.
Fanatismo
religioso, possessão demoníaca, exorcismo e a eterna discussão entre ciência X
fé são temas que transbordam neste filme. E funciona, bastante. Tudo é
apresentado de forma séria, a ponto de uma simples mudança no tom de voz das
protagonistas prender totalmente nossa atenção, numa expectativa quanto à onde
tudo aquilo terminará.
Enquanto
o pecado e o virtuosismo referente a uma postura são levados ao extremo, o
contraponto acontece através do Doutor Oszek, que tudo analisa e refere-se ao
convento como um retrocesso. Afinal, estamos na era da razão. Este é apenas um
dos vários pontos altos do filme.
A
estética teatral da película chama bastante a atenção, dando um ar tanto quanto
diferente daquilo que normalmente encontramos em filmes com a temática
possessão demoníaca. A maneira como se locomovem de um cômodo ao outro, aliado
às interpretações que perfeitamente se encaixariam num palco italiano, só
alimentam tal pensamento. Vide a sequência em que se “entregam a ele”.
Interessante
ver tal tema sem uso de efeitos e coisas similares. Tudo vem da intensidade das
atuações. Por isso a obra torna-se mais íntima aos nossos olhos e, ao mesmo
tempo, chocante, por não ter nada além das pessoas e suas ações. Talvez por
isso, a sensação de que há muito mais escondido nas entrelinhas da história e
seus personagens.
Alucarda
é um filme instigante e bastante curioso, apresentando a possessão demoníaca
sob uma ótica muito interessante que não merece ser ignorada. Acredito ser
aquele tipo de filme que não sabemos se gostamos ou não, mas que vale muito a
pena assistir.
E
qual o pensamento que tirei sobre?
Assisti
este filme quando tinha uns 10 ou 11 anos. E lembro de ter ficado
impressionado. Ao revê-lo, anos depois, sua estranheza permanece intacta.
Lembro-me de que, na época, ele chamou muito minha atenção na locadora devido à
capa. Bem, isso não é filme pra criança.

Você
confere o trailer aqui:

COMENTÁRIOS




OBS. O campo de e-mail é de preenchimento obrigatórios, mas uma vez preenchidos não será mostrado na mensagem. Já o campo de nome é obrigatório, mas pode ser preenchido com um pseudônimo.

4 Pessoas já Comentaram

  1. natalielise disse:

    Highly energetic blog, I loved that bit. Will there be a part 2?
    pof natalielise

  2. Great web site you have got here.. It’s difficult
    to find high quality writing like yours these days.
    I really appreciate individuals like you! Take care!!

  3. hello there and thank you for your info – I have certainly
    picked up something new from right here. I did
    however expertise a few technical points using this website,
    since I experienced to reload the website a lot of times previous to I could get it
    to load properly. I had been wondering if your web host is OK?
    Not that I’m complaining, but slow loading instances times will often affect your placement in google and could damage your high-quality score if ads and marketing with Adwords.
    Well I’m adding this RSS to my email and can look out for a lot more of your
    respective intriguing content. Ensure that you update this again soon.

  4. I have to thank you for the efforts you’ve put in penning this
    blog. I’m hoping to check out the same high-grade content by you in the future as
    well. In fact, your creative writing abilities has inspired me to get my own, personal site now 😉